O Governo de Mato Grosso do Sul, informou, nesta terça-feira (11), que 2.556 servidores não participaram do Censo Previdenciário realizado pela Ageprev (Agência de Previdência Social de Mato Grosso do Sul), o que consequentemente os retira da próxima folha de pagamento que será paga em agosto. 

Confira abaixo o perfil de quem não fez a atualização cadastral:

  • 451 são servidores civis ativos;
  • 25 são militares ativos;
  • 954 aposentados civis;
  • 31 militares da reserva remunerada ou reformados;
  • 997 pensionistas. 

Conforme explica a Ageprev, nos primeiros seis meses o valor líquido será bloqueado, enquanto os consignados como a pensão alimentícia, plano de saúde, empréstimo, sindicato/associações, entre outros, serão pagos normalmente. 

A folha de pagamento será cancelada totalmente depois de seis meses, inclusive os consignados. 

O salário só voltará a ser pago normalmente depois da regularização do cadastro e de acordo com o calendário de pagamento.

Quem não respondeu ao censo precisa buscar a regularização para voltar a receber os vencimentos.