Um desacordo contratual acabou com o show do “Imperador” Gusttavo Lima cancelado em Coxim, distante 251 km de Campo Grande. O evento aconteceria no dia 1º de dezembro, mas passou por imbróglio financeiro.

De acordo com o organizador Pércio ‘Preguiça’, o contrato entre a organização e a equipe do cantor foi intermediada pela representante do ‘Imperador’ em MS, a Duts Entretenimento. Apesar do acordo ter sido firmado, a Duts teria ficado como a parte que iria receber o dinheiro dos ingressos, segundo o produtor.

Foi justamente isso que Pércio alegou para cancelar o show, que teria que receber o valor após a realização do evento. “Como que eu vou pagar um show todinho, vou realizar o evento e o dinheiro dos ingressos quem vai receber é a Duts e depois passar para mim?”, reclamou o promoter ao Jornal Midiamax.

Então, Pércio decidiu cancelar o evento para evitar um prejuízo depois. Procurada pela reportagem, a Duts informou que não irá comentar sobre o caso e alegou que nada tem a ver com o assunto.

A BaladaApp ficou como responsável pela venda dos ingressos e irá devolver os valores aos clientes. Em nota, a empresa disse que o dinheiro será restituído no prazo de 30 dias. Quem adquiriu os ingressos nos pontos de venda em Coxim ou com a organização deve procurar os mesmo para reaver os valores pagos.