Com o objetivo de fazer o bem a quem precisa, o grupo de caminhoneiros “CLN – Conexão Loucas Noites” promove, neste domingo (19), uma carreata para arrecadar doações para as famílias que perderam tudo no da favela do Mandela na última quinta-feira (16), em .

Criado em 2016, o grupo conta com mais de 300 caminhoneiros, que, há cinco anos, promovem eventos beneficentes com o intuito de ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social, arrecadando alimentos, roupas e itens de higiene pessoal.

Organizador do evento, Fernando Hannusch (Alicce Rodrigues, Midiamax)

Fernando Hannusch, 33, caminhoneiro há 12 anos, destaca que o grupo foi criado com o intuito de ter uma comunicação entre os caminhoneiros e divulgar informações sobre as estradas; posteriormente, surgiu a ideia de promover ações solidárias.

“Faz cinco anos que nos reunimos para fazer essa carreata de . O grupo conta com pessoas de oito cidades, incluindo caminhoneiros de outros estados do Brasil”.

A concentração da carreata começou por voltas das 8h na Avenida Duque de Caxias, próximo à rotatória, e seguiu até a Praça do Papa, na Vila Sobrinho.

O caminhoneiro ressalta que, inicialmente, o evento arrecadaria doações para os moradores do bairro , mas, com o incêndio na favela do Mandela, o grupo alterou os planos.

“Ninguém esperava o que aconteceu na favela do Mandela; foi muito triste. Como já tínhamos nos programado para arrecadar os alimentos, redirecionamos a ideia para atender essas famílias”, explica.

O incêndio que destruiu a Favela do Mandela atingiu ao menos 60% dos barracos da comunidade. Isso significa que, ao menos, 150 das 250 moradias do local foram destruídas, segundo o tenente Alencar, do Corpo de Bombeiros.

Caminhoneiros se reúnem na Praça do Papa (Alicce Rodrigues, Midiamax)

No último evento realizado pelo grupo, em julho deste ano, foram arrecadados 1.250 kg de alimentos não perecíveis.

Se você se interessar em participar da ação, basta levar roupa, alimentos ou itens de higiene pessoal à Praça do Papa neste domingo (19); o evento segue até às 18h.

Leia também:

Saiba Mais