Com tapeçaria destruída em incêndio, moradores clamam por ajuda para reestabelecer o sustento da família

Para cuidar do filho cadeirante, casal trabalhava com serviços de tapeçaria e limpeza em terrenos, mas os instrumentos de trabalho foram queimados no incêndio que começou na casa vizinha
| 06/05/2022
- 13:49
Incêndio
Incêndio começou depois dos vizinhos atearem fogo em uma vegetação seca, que teria se alastrado pela árvore e atingiu a tapeçaria (Foto: Leonardo de França / Jornal Midiamax

A da casa que teve uma peça em anexo – que era usada como tapeçaria – completamente destruída pelo fogo na última terça-feira (3) está passando por dificuldades. Com um filho cadeirante e os pais desempregados, o cômodo garantia a renda da família que agora se encontra financeiramente sem saída.

A tragédia aconteceu depois dos vizinhos limparem o terreno que fica ao lado, e atearem fogo no amontoado de lixo, que se alastrou para a casa vizinha.

“Eu estava fazendo uma diária de serviços gerais quando aconteceu e meu marido fazendo bico de tapeceiro fora de casa. Me filho estava no ponto de ônibus indo para a faculdade, mas votou para guarda a cadeira de rodas elétrica da chuva, e avisaram que estava pegando fogo”, contou Jucilene Magnezi, de 45 anos.

Ela trabalha com limpeza de terrenos e viu todo o seu material de trabalho ser consumido pelo fogo, junto com a oficina do marido. “Perdemos materiais de clientes: banco de carro e sofá que era para reformar. Além disso também perdemos toda a estrutura, bicicleta, máquina de solda e as minhas ferramentas de trabalho. Que são a enxada, rastelo, pá, machado e foice.

Com tristeza na voz, ela clama por ajudar para o casal conseguir voltar a trabalhar. “É feio pedir a de uma enxada, mas preciso para trabalhar. Meu marido precisa de madeira, espuma e tecido para trabalhar, é a matéria prima dele. Entre as cosias dos clientes e as nossas o prejuízo está entre R$ 5 mil e R$ 10 mil. Não temos condições de arcar”, disse com a fala desesperada.

Por fim, o sentimento de indignação e tristeza toma conta da família que não sabe como resolver a situação. “É muito triste chegar e ver uma cena dessa. Foi muita irresponsabilidade, fogo em terreno não se faz, é crime. Meu filho ficou com medo, as chamas estavam altas e poderia ter sido pior.  Fica um sentimento ruim de chegar e não ver nada. Não é fácil perder”, finalizou.

Para ajudar a família, você pode entrar em contato pelo número (67) 99244-2851.

O caso

No início da tarde desta terça-feira (3), imóvel na Rua Elías Chacha, no Jardim Vida Nova foi tomado por chamas, após moradores limparem um terreno ao lado e atearem fogo no amontoado de lixo. O incêndio se alastrou, atingiu uma árvore e acabou chegando até a tapeçaria.

Após a limpeza do terreno, o amontoado de lixo teria sido incendiado. Segundo testemunhas, as chamas se alastraram no mato seco e também acabaram atingindo uma árvore. Depois, passou para o imóvel vizinho, uma tapeçaria que fica aos fundos de uma residência.

Corpo de Bombeiros foi acionado e os vizinhos ajudaram a controlar as chamas. O fogo atingiu todo o imóvel da tapeçaria e se espalhou rapidamente por conta de uma espuma que estava na parede, altamente inflamável. As chamas destruíram o local e atingiram também o teto.

Veja também

A taxa de desemprego no Brasil chegou a 9,4% em abril deste ano, o menor...

Últimas notícias