Os portões se fecharam ao meio-dia em ponto, no horário de , e os mais de 40 mil inscritos para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) já estão prontos para fazer as provas no Estado. O teste é uma das formas de acesso ao Ensino Superior no Brasil.

A entrega dos cadernos com as questões ocorre 30 minutos após o fechamento dos portões, simultaneamente em todo o Brasil. Os estudantes terão 5h30 para o exame, ou seja, 17h30 se encerra o tempo para o candidato concluir o exame em Mato Grosso do Sul.

Em Mato Grosso do Sul, segundo o MEC (Ministério da Educação), 43.590 mil pessoas se inscrevem para as provas, que ocorrem em dois domingos, neste dia 13 também no dia 20.

Um dos pontos que mais concentra os estudantes em , a Uniderp, na Avenida Ceará, a movimentação era intensa antes das 11 horas da manhã. Congestionamento de veículos chegou a ser registrado na avenida.

O Jornal Midiamax acompanhou o momento que o portão da universidade foi fechado e apenas duas pessoas se atrasaram, e não conseguiram entrar para fazer a prova. Confira aqui os detalhes sobre as atrasadas.

Alunos desceram Ceará a pé para não se atrasar

Com o congestionamento da Ceará, muita gente teve que descer do carro em que estava e seguir a pé pela Avenida Ceará.

Esse foi o caso de Jhonatan Valente, de 17 anos. Ele está no 3º ano do Ensino Médio e ganhou carona do pai, mas precisou descer do carro na altura da rotatória da Joaquim Murtinho, para evitar que se atrasasse. “Acordei cedo, fiz revisão e assisti vídeos, estou confiante porque costumo me sair bem nas provas”.

Enem
Congestionamento na Avenida Ceará (Foto: Danielle Errobidarte, Jornal Midiamax)

Lucas Henrique Vicente, de 22 anos, já foi universitário, mas não se adaptou ao curso de Engenharia de Software e hoje faz novamente o para tentar ingressar no curso de Odontologia. Ele foi até o local da prova de carro, demorou cerca de 20 minutos para achar um local para estacionar e entrou na Uniderp cerca de meia hora antes dos portões fecharem.

A adolescente Julia Gabriele Nogueira, de 16 anos, estuda em uma escola rural, na saída para São Paulo, e saiu cedo acompanhada da mãe, Ana Claudia Nogueira. Ela ainda faz o teste como ‘treineira', porque está no segundo ano do Ensino Médio, mas mesmo assim, está nervosa porque sonha com o curso de Direito, um dos mais concorridos.

Provas divididas em dois dias

Neste domingo, quem se inscreveu para o Exame responderá questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Cieências Humanas e suas Tecnologias, além da Redação, que todos os anos gera curiosidade e dos candidatos que tentam se preparar para vários temas possíveis.

Hoje são 40 questões de Língua Portuguesa, cinco de Língua Estrangeira (inglês ou espanhol, escolhida na inscrição) e 45 de Ciências Humanas. Além das questões objetivas, os estudantes farão a redação neste dia.

No próximo domingo (20) serão cobradas questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, assim como Matemática e suas Tecnologias.

Em Mato Grosso do Sul 43.590 se inscreveram no exame, sendo que em Campo Grande, 17.028 pessoas optaram pelo Enem impresso e outras 1.115 pelo digital, somando 18.143 inscritos.