Cotidiano

Mais um paciente de MS morre por Covid em outro estado e SES transfere mais quatro nesta sexta

No total, MS já transferiu 29 pacientes e quatro acabaram falecendo

Dândara Genelhú Publicado em 11/06/2021, às 15h30

Pacientes são transferidos por conta da superlotação dos leitos.
Pacientes são transferidos por conta da superlotação dos leitos. - Foto: Reprodução.

Nesta sexta-feira (11), a SES (Secretaria de Estado de Saúde) envia mais quatro pacientes para tratamento em outros estados. Mais um infectado por coronavírus que fazia tratamento fora de Mato Grosso do Sul faleceu.

Os quatro transferidos nesta sexta-feira (11) são dois pacientes de Campo Grande e dois de Dourados, já internados em unidades de saúde. Eles serão levados para São Bernardo do Campo, em São Paulo, por um avião da FAB (Força Aérea Brasileira).

Assim, o tratamento fora do Estado foi autorizado pelas famílias dos pacientes. Os internados em Dourados irão até Campo Grande por meio de ambulância e o voo deve sair às 16h da Capital.

Com os quatro desta sexta-feira (11), MS já enviou 29 pacientes. Nove pacientes foram transferidos para o Estado de Rondônia, sendo sete de Dourados, um de Bonito e outro de Itaquiraí, que estava internado em Eldorado.

Já no domingo (6), dois pacientes de Campo Grande e três de Maracaju foram levados para São Paulo. Nesta segunda-feira (7), dois pacientes de São Gabriel do Oeste também foram transferidos para São Paulo.

Nesta terça-feira (8), outros três pacientes de Campo Grande e dois pacientes de São Gabriel do Oeste foram para São Paulo. Já na quarta-feira (9), quatro infectados de Dourados foram para São Bernardo do Campo.

A primeira alta entre os pacientes transferidos para outros estados foi registrada. “A paciente de 29 anos estava internada em Porto Velho desde 4 de junho e retornou para a cidade de Dourados nesta sexta-feira em avião comercial, com a passagem custeada pelo Governo do Estado”, informou a Secretaria .

No total, quatro pessoas morreram por Covid-19 em tratamento da doença em outros estados. A primeira vítima era uma paciente de 52 anos, de Dourados internada em Porto Velho. Ela faleceu em 7 de maio.

Assim, o segundo óbito é de um senhor de 53 anos de Maracaju, internado em São Paulo, estado em que morreu em 8 de maio. Na mesma data, um idoso de 66 anos de Campo Grande faleceu em SP. E por fim, o novo óbito confirmado nesta sexta-feira (11), de um senhor de 76 anos, da Capital de MS, também internado em SP.

Jornal Midiamax