Cotidiano

Depois de matéria e campanha na internet, idoso ganha cama hospitalar

Policial pediu ajuda para idoso no Facebook

Midiamax Publicado em 10/08/2017, às 14h21

None

Policial pediu ajuda para idoso no Facebook

​Depois de matéria publicada no Jornal Midiamax sobre o policial civil  Erasmo Martins Gonzales, de 49 anos, que usou o Facebook para pedir cama hospitalar para Expedito Soares de Lima, de 70 anos – que mora em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande – a doação foi realizada.

Antônia Magali Lourencinho Lins, de 64 anos, é assistente social e mora em Campo Grande. Ela diz que ficou sabendo sobre a necessidade do idoso depois de ler a matéria publicada no último sábado (5)

“Vi a reportagem, liguei par ao policial e depois liguei para um amigo com quem trabalhei muito tempo e ele disse que faria a doação e fez”, relata.

O doador, Edson Garcia Ferreira, 56 anos, é dono da Casa do Idoso Nossa Senhora Aparecida, localizada no Bairro Cabreúva. Ele diz que constantemente recebe pedidos de doação e sempre deixa uma cama hospitalar de reserva.

“Sempre guardo uma cama hospitalar para uma situação de emergência e caso alguém necessite, sempre doo ou empresto até que a pessoa não precise mais. É uma obrigação nossa ajudar e da melhor forma possível. Me sinto realizado em servir ao próximo”, afirma.

Com o sim do doador, o policial entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde de Dourados, que fez o transporte da cama hospitalar.

“O motorista me disse que a secretaria de saúde vai com frequência para Campo Grande, então, ele falou com o secretário que autorizou o transporte”, explica.

Fabiano Rocha de Lima, de 35 anos, filho de Expedito, diz que a cama hospitalar foi entregue na noite dessa quarta-feira (9). “Trouxeram  ontem. Ela tem elevação e melhorou muito até para fazermos a higiene dele. Meu pai ficou muito feliz e nós [família] também estamos muito contentes”, declara. Depois de matéria e campanha na internet, idoso ganha cama hospitalar

Pedido de ajuda  no Facebook –

Gonzales pediu ajuda em seu perfil no Facebook depois de atender uma ocorrência de maus-tratos. O policial afirma que a denúncia não passava de um equívoco.

Ao verificar as informações, ele constatou  que o idoso era bem tratado pela família, mas que tinha hematomas porque está acamado há quatro anos e passava muito tempo deitado em uma cama inadequada.

Comovido com a situação, o policial decidiu pedir ajuda e a cama foi entregue ontem. 

Jornal Midiamax