Cotidiano

Chuva com ventos de 72 km/h provoca queda de pelo menos 20 árvores

Também houve trovoadas e ventania

Midiamax Publicado em 09/11/2015, às 20h40

None
unnamed_2.jpg

Também houve trovoadas e ventania

A chuva que estava prevista para o fim de semana chegou na segunda-feira em Campo Grande. E para variar, veio com estrago, provocados principalmente pelo  vento de até 72 km por hora.  Começou a chover perto das 15h00 e logo na sequência já havia registros de queda de árvore. Foram pelo menos 20 casos identificados pela reportagem até o fechamento desse texto. Três veículos foram atingidos. Ninguém ficou ferido.

No estacionamento do Hospital da Mulher, no Bairro Moreninhas, uma árvore caiu sobre dois veículos. Na frente da escola Paulo Freire, na rua Jeribá, uma árvore caiu, atingiu um outdoor e caiu em cima de um Space Fox. O dono do veículo, de 37 anos, que  não quis se identificar, contou que  indo para o bairro Tiradentes e resolveu parar porque estava chovendo pedra.

“Me assustei bastante com o estrondo”, disse. O motorista sofreu cortes no braço. Ele disse ter seguro, com cobertura para esse tipo de intempérie. “Um metro mais pra frente, poderia ser pior”, afirmou, enquanto aguardava a chegada dos bombeiros.

No Parque dos Poderes, uma árvore de grande porte caiu sobre a rede de energia elétrica, deixando sem fornecimento a Secretaria de Fazenda.  Em frente à Câmara dos Vereadores, na rua Ricardo Brandão, um ipê inclinou-se e ocupou uma faixa da pista. O trânsito ficou mais lento e os carros são obrigados a desviar.

Em frente ao Shopping Campo Grande, no acesso pela Paulo Coelho Machado, a queda da árvore obstruiu a entrada e a faixa de pedestre. A raiz arrancou um pedaço de grama.

Também houve registros de queda na avenida Manoel da Costa Lima, região sul da cidade, e na Rua Piratininga, no bairro Jardim dos Estados.

Segundo o meteorologista Natálio Abraão, da Uniderp, a pancada de chuva veio acompanhada de vento forte, trovoadas e granizo. Na região central, como sempre acontece, os semáforos apresentaram problemas, como por exemplo na Rua Bahia com Afonso Pena.

O Corpo de Bombeiros está com equipes na ruas para atender as ocorrências. A Defesa Civil informou que aconteceu uma pancada muito forte de chuva, com ventos que ultrapassaram 30 quilômetros por hora. O lugar que mais choveu na cidade, a bacia do córrego Prosa, até as 15h30 havia registrado 9 mm de precipitação.

Jornal Midiamax