Variedades

Protesto tem muitas crianças, entre elas garota de 12 anos que ‘convocou’ pais

Famílias levam os filhos para o movimento pelo impeachment

Midiamax Publicado em 13/03/2016, às 20h09

None
Família inteira em protesto (Fotos Cleber Gelio)

Famílias levam os filhos para o movimento pelo impeachment

Aos 12 anos, a estudante Ana Beatriz 'convocou' os pais para ir ao protesto de hoje em Campo Grande, que pede principalmente a saída da presidente Dilma Rousseff (PT). “Ficar no sofá não adianta nada”, definiu a garota, que estava com a mãe, o pai, as duas irmãs menores e ainda uma tia. Ela é uma das muitas crianças presentes à manifestação deste domingo, e como a maioria presente, defende a derrubada do atual governo.

Para ela, “só assim a situação vai melhorar”. De acordo com a menina, ela toma conhecimento dos acontecimentos do país na escola, onde o civismo é uma das pautas. Relata estar ouvindo falar muito em crise. “Ouça muita reclamação, de falta de dinheiro, que as coisas estão apertadas”, diz.

Por isso, ela contou que propõs que os pais fossem à manifestação, pela primeira vez. “Protestar é importante para as coisas melhorarem”. A mãe, Ana Nemeski, concordou.

A microempresária Aparecida Rodrigues, 54, foi com toda a família dela e disse que não poderia deixar de fora a neta, de 6 anos. “Trouxe para mostrar o civismo e desenvolver desde pequena o espírito patriota e a consciência de lutar pelo interesse do País, não só pelo interesse individual”. A menina estava vestida e maquiada de verde e amarelo em um carrinho nas mesmas cores, bastante animada.

Junto com a mãe, a menina Ana Lila, de 7 anos, estava em sua segunda manifestação do tipo. “Eu vim o ano passado”, contou. “Estou gostando”, completou. A mãe, a psicóloga Dolzani Maidana, 36, classificou o momento como “oportuno pra firmar a consciência da cidadania”.

Com seus 7 anos apenas, Joana Grundler, que também estava com a família, mostrou que está aprendendo essa lição. “As pessoas estão aqui estão querendo o melhor pra todo mundo”.

A manifestação começou às 16h e os organizadores esperam cem mil pessoas.

Jornal Midiamax