Foi publicado no o termo aditivo e também a prorrogação de prazo de execução da de reforma e ampliação do Centro Cultural José Octávio Guizzo. A obra deveria ser entregue em abril, mas ficou para setembro.

Conforme a publicação, foi acrescido o valor de R$ 178.201,75, passando a um total de R$ 10.081.762,69. Inicialmente, o valor estimado era de R$ 8.888.683,67.

Também foi prorrogado o prazo de vigência do contrato, para janeiro de 2024. A princípio, a entrega estava prevista para abril deste ano, mas a arquiteta responsável, Claudia Picarelli, esclareceu que as chuvas acabaram adiando para setembro.

No entanto, na publicação do Diário Oficial também consta a nova prorrogação do prazo do contrato entre Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) e Poligonal Engenharia e Construção LTDA, que passa a ser 18 de janeiro de 2024.

Reforma do Centro Cultural

Importante espaço para a disseminação da arte, o local estava fechado desde 2016. O processo de demolição começou em julho de 2022, enquanto as obras, orçadas em R$ 8.888.683,67 milhões, começaram em agosto.

Dentre as mudanças propostas no espaço, destaca-se a instalação de ar-condicionado, manutenção na parte hidráulica e elétrica, salas equipadas para artes, implementação de de bolso e áreas de acessibilidade.

O Centro Cultural localizado na Rua 26 de Agosto está fechado há sete anos. Ele abriga um dos maiores teatros da Capital, o Teatro Aracy Balabanian, que também passa por revitalização. Dessa forma, a reabertura do prédio volta a acender esperanças sobre a fomentação cultural na cidade.

Todo o prédio multiuso será reformado. De espaços modernos até salas amplas, o projeto vai revigorar o prédio cultural.

*(Alteração às 8h29 de 08/05/2023 para correção de informação)