A Procuradoria Desportiva de Mato Grosso do Sul investiga a suspeita de manipulação dos resultados em jogos entre o Futebol Clube e Comercial. No domingo anterior (30), conquistou o bicampeonato no Campeonato Sul-Mato-Grossense de Futebol 2023. A suspeita foi levantada após sistema de detecção de fraudes notar similaridade entre resultados, tempo e apostas feitas.

O requerimento foi instaurado na quarta-feira (3) pela empresa Sportradar, integrante do UFDS (Integrante do Sistema Universal de Detecção de Fraudes), com base em análise do mercado de apostas pontuou a suspeita de manipulação. A notificação mostra que as apostas de pré-jogo indicavam dois gols no primeiro tempo e quase 91% das tentativas de faturamento pontuavam o resultado.

“Fatores que influenciam nas cotações, com as da equipe e forma recente, são incapazes de explicar a confiança nas apostas exibida. Esses dados ilustram claramente o interesse anormal que foi demostrado para esse resultado no nível de conta de aposta. No geral, o primeiro tempo tenha determinado com um placar 0:1 tornando as apostas mais fortes malsucedidas – há elementos de suspeita nos mercados de apostas”, descreve a notificação.

O monitoramento reforça que as últimas partidas entre os dois clubes na mesma competição, disputada no dia 12 de fevereiro e 11 de março, as apostam pontuavam que o Comercial perderia o primeiro tempo por ao menos dois gols, o que de fato aconteceu.

O requerimento deferido foi assinado pelo procurador Wilson Pedro dos Anjos. Se comprovada a fraude, o clube pode ser suspenso de competições por até 360 dias e pagamento de de R$ 100 a R$ 100 mil.

A reportagem entrou em contato com o clube e aguarda um pronunciamento.