A -MS (Agência Estadual de Habitação de Mato Grosso do Sul) pulicou nesta terça-feira (26) aporte de mais R$ 19,4 milhões para construção de 846 casas pelo FAR (Fundo de Arrendamento Residencial). O extrato do termo de acordo com a Econômica foi publicado no Diário Oficial.

Os recursos são concessão de aporte complementar de contrapartida financeira pela Agehab aos recursos do FAR, compondo o valor global dos empreendimentos a serem contratados no âmbito do Programa Habitacional do Governo Federal.

Os valores vão para construção de 60 unidades no Antártica, em (R$ 397.645,20); 160 no Nova (R$ 784.000,00); 128 no Costa Verde (R$ 627.200,00) e 164 no Manoel de Barros (R$ 5.500.000,00).

Em Ivinhema, serão 134 casas no Parque Azul (R$ 6.103.931,33) e 200 na Prof. Elfrida Winckler Antunes (R$ 6.024.789,53) em Ponta Porã-MS. A vigência do acordo é até 31 de dezembro de 2024.

Aldeia Água Bonita

Nesta semana, o Jornal Midiamax informou que há dois anos, indígenas da aldeia Água Bonita, em Campo Grande, aguardam a construção de 43 casas lançadas pelo Governo do Estado em maio de 2021. Próximo à conclusão das casas, foram surpreendidos com a informação de que teriam que arcar com as despesas de mão de obra para terminar a obra até o fim de setembro.

Em reunião realizada na comunidade no último domingo (17 de setembro), moradores foram informados pelo presidente da Associação de Moradores da Água Bonita, Audo Romeiro Larreira, de que o prazo final para a conclusão das obras é 28 de setembro e que, se não cumprido, a obra seria embargada e ficaria sem previsão para a entrega.