A Prefeitura de Campo Grande remanejou R$ 5.320.000 em três decretos de suplementação. As publicações estão no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta segunda-feira (6).

Um dos decretos de suplementação orçamentária é de R$ 238,7 mil e vai para a Sefin (Secretaria de Finanças) e R$ 2.060.700,00 estão previstos na segunda suplementação para a secretaria.

O objetivo do segundo crédito suplementar é atendimento de despesas financiadas com recursos vinculados, operação de crédito e convênios. Por fim, R$ 3.022.000,00 vão para a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e Semjuv (Secretaria Municipal da Juventude).

Suplementação orçamentária

A suplementação, termo usado pela administração pública, basicamente, é quando um recurso é retirado de uma determinada área para aplicação em outra, ainda dentro do Poder Público.