O prefeito de Caarapó, André Nezzi (PSDB), e o ex-secretário de Finanças, Douglas de Souza, foram multados pelo TCE-MS (Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul). Segundo o acórdão, eles atrasaram a compra de medicamentos para o município, a 278 quilômetros de Campo Grande.

Assim, o Tribunal destacou que houve “atraso injustificado na aquisição de medicamentos obrigatórios e continuados da farmácia básica do município”. Conforme o acórdão, o atraso foi causado pela “falta de planejamento adequado”.

Então, a decisão foi publicada no Diário Oficial do órgão, nesta segunda-feira (21). O conselheiro relator, Jerson Domingos, disse que o atraso “causou prejuízos para a população na continuidade de tratamento de saúde, configura a má gestão da área”.

O TCE-MS multou em R$ 1,1 mil cada um dos envolvidos. Por fim, o procedimento foi aberto no Tribunal em 2019.