Diretor é investigado por autorizar horas extras 'não trabalhadas' para a ex-mulher em MS

Denúncia é de que a servidora mal cumpre expediente na prefeitura
| 16/02/2022
- 13:52
Fachada da prefeitura de Ribas do Rio Pardo
Fachada da prefeitura de Ribas do Rio Pardo - Divulgação

O MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) instaurou inquérito para apurar supostas horas extras pagas a uma servidora municipal de Ribas do Rio Pardo, a 97 quilômetros de Campo Grande. O detalhe é que a autorização para pagamento é assinada pelo diretor de uma das secretarias da prefeitura, que é da funcionária.

Conforme edital publicado no Diário Oficial do MPMS desta quarta-feira (16), disponível para consulta pública, o promotor George Zarour Cezar, da Promotoria de Justiça local, abriu o procedimento para investigar eventual prática de administrativa no que diz respeito às horas extras recebidas pela servidora.

Os fatos vieram à tona a partir de uma denúncia encaminhada à ouvidoria, informando que o diretor tem “feito questão” de assinar horas-extras mensalmente para a ex-mulher, que ocupa o cargo de auxiliar de serviços gerais. Os relatos são de que ele estaria desta forma fazendo um favor a ela, permitindo que ganhe mais.

No entanto, a pessoa que fez a denúncia disse que é de conhecimento de todos os servidores que a funcionária prepara apenas o café da manhã para os trabalhadores e logo em seguida vai embora, ou seja, sequer cumpre o expediente completo, que dirá o bastante para receber por horas extras.

Diante dos relatos, o promotor protocolou a abertura de inquérito e acionou as partes envolvidas em busca de esclarecimentos. O prefeito Jão Alfredo Danieze disse que os fatos ocorreram na gestão anterior e que o servidor não ocupa mais o cargo de diretor. Além disso, garantiu que vai prestar todos os esclarecimentos ao MPMS.

Matéria atualizada às 11h21 para acréscimo de informação

Veja também

TCE-MS cobra, do prefeito William Luiz Fontoura, conhecido como William do “Banco”, o pagamento de uma multa no valor de R$ 3.283,70

Últimas notícias