Política / Transparência

Contas de 2014 do Planurb são consideradas irregulares pelo TCE-MS

Ex-diretor-presidente foi multado em R$ 1,9 mil pelo Tribunal Pleno

Humberto Marques Publicado em 31/05/2021, às 17h42

TCE-MS julgou irregulares constas de Cristaldo no Planurb em 2014
TCE-MS julgou irregulares constas de Cristaldo no Planurb em 2014 - Mary Vasques/TCE/Arquivo

As contas de gestão do Planurb (Instituto Municipal de Planejamento de Campo Grande) relativas a 2014 foram julgadas irregulares pelo TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul), resultando em multa, aplicada pelo Tribunal Pleno, ao ex-diretor-presidente Marcos Cristaldo –que respondeu pelo órgão no ano da transição entre as gestões de Alcides Bernal e de Gilmar Olarte.

A 5ª Inspetoria do TCE-MS apontou irregularidades na prestação de contas, abrangendo sobretudo o balanço patrimonial de 2014. Os números apresentados à Corte de Contas indicaram diferença de R$ 108.548,18, envolvendo do patrimônio e capital sociais, deficit no exercício e resultados de anos anteriores, entre outros números.

O relatório do conselheiro Ronaldo Chadid ainda descartou analisar outras situações, como problemas na forma de notas explicativas às demonstrações contábeis –em parâmetro diverso das novas normas do setor– e falta de controle interno implementado, algo que foi atribuído diretamente ao Poder Executivo.

Cristaldo foi multado em 50 Uferms (R$ 1.982), conforme decisão unânime da Corte. O resultado do julgamento foi publicado na edição desta segunda-feira (31) do Diário do TCE-MS.

Jornal Midiamax