Política / Transparência

Saúde compra R$ 2,1 milhões em testes rápidos de coronavírus

Com casos em avanço em Mato Grosso do Sul, principalmente em municípios do interior, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) comprou mais testes rápidos de coronavírus por R$ 2,1 milhões, conforme contrato publicado no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (8). A empresa Diagnolab Laboratórios Eireli vai fornecer os testes de coronavírus IgG e […]

Renata Volpe Publicado em 08/06/2020, às 08h04

(Reprodução)
(Reprodução) - (Reprodução)

Com casos em avanço em Mato Grosso do Sul, principalmente em municípios do interior, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) comprou mais testes rápidos de coronavírus por R$ 2,1 milhões, conforme contrato publicado no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (8).

A empresa Diagnolab Laboratórios Eireli vai fornecer os testes de coronavírus IgG e IgM para detecção do COVID-19 para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da doença, conforme especificações, quantitativos, condições e exigências estabelecidos no Termo de Referência e na Proposta de Preços da contratada.

Portanto, o pagamento dos R$  2.190.000,00 serão com recursos do Fundo Especial de Saúde de Mato Grosso do Sul. A vigência do contrato será de 180 dias, com início 22 de maio e encerramento em 17 de novembro, prorrogável por períodos sucessivos, enquanto perdurar a situação de emergência de saúde pública.

Além dos 2.253 casos confirmados do novo coronavírus em 52 municípios sul-mato-grossenses, outros 1.729 estão sob investigação. Quanto maior a demora, mais difícil fica traçar panorama do real avanço da doença no Estado. Os dados foram disponibilizados em boletim da SES no último domingo (7).

Camas hospitalares

A SES também contratou a empresa Hosp Bio Indústria e Comércio de Móveis Hospitalares para a aquisição de camas hospitalares com colchão. O valor do contrato é de R$ 1.280.000,00 com vigência de 180 dias, prorrogável por períodos sucessivos, enquanto perdurar a necessidade de enfrentamento dos efeitos da situação de emergência de saúde pública em razão da pandemia da Covid-19. 

EPIs

A empresa Maiorca Soluções em Saúde, Segurança e Padronização foi contratada para fornecer gorros cirúrgicos aos profissionais de saúde. O valor do contrato é de  R$ 77.500,00, com vigência de 90 dias.

A MedLab Produtos para Laboratório vai fornecer óculos de proteção, para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus, aos profissionais de saúde. O contrato tem valor de R$ 19.500,00 com vigência de 90 dias.

Jornal Midiamax