Contratos de locação podem causar crise entre fornecedores nas eleições de 2022 em MS

MS tem até empreiteiro irritado por atender a 'dois senhores' com contratos de locação antes das eleições de 2022
| 28/03/2022
- 09:56
contratos de locação - terceirização em MS
Contratos de locação podem causar crise em Mato Grosso do Sul (Ilustração, Reprodução Web)

Problemas com contratos de locação de equipamentos não são novidade em Mato Grosso do Sul. No entanto, quem acompanha os bastidores desconfia que o setor de obras caminha para nova crise embalada por acordos que não estariam sendo cumpridos.

Segundo os relatos, aproximação do período de campanha para as eleições de 2022 estaria no centro das questões levantadas. Assim, teria empreiteiro correndo para recolher contratos porque não gostou de pressão recebida em reunião recente.

A dificuldade para identificar quem, de fato, deve tocar o barco, seria maior fator de preocupação para os implicados. 'Não se atende a dois senhores sem acabar em rolo, principalmente neste setor', teria alertado um dos mais experientes do setor.

Contratos de locação nem preocupam mais

Enquanto isso, preocupações com órgãos de controle que deveriam estar de olho nos tais contratos de locação são zero.

Com clima de que está tudo sob controle, operadores e participantes dos acordos estariam tranquilos a ponto de oficializar nas agendas reuniões para definir questões, digamos, sensíveis.

Se estão corretos em 'usar o banheiro de porta aberta', só saberemos com o passar do tempo.

Sabendo de algo que MS precisa saber? Conta pro Midiamax!

Se você está por dentro de alguma informação que acha importante o público saber, fale com jornalistas do Jornal Midiamax!

Fala Povo: O leitor pode falar direto no WhatsApp do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.

Veja também

Colegas acham que medo de que pisada de bola respingue até em relações comerciais de parentes irritou chefe

Últimas notícias