O entorno da Fazenda Inho, em Rio Brilhante, no sul de Mato Grosso do Sul, está movimentado na manhã deste sábado (18). A ministra dos Povos Indígenas, Sônia Guajajara, irá ao local para visitar a comunidade Laranjeira-Nhanderu.

O local é palco de disputa com produtores rurais e de indígenas Guarani-Kaiowá. Houve confronto durante a ocupação e até prisão, mas a Justiça negou a reintegração de posse.

A comitiva da ministra é composta pelo secretário-executivo do ministério, Luiz Henrique Eloy, o deputado federal (PT), além de assessores da pasta.

A fazenda tem 400 hectares e tem lavouras de milho e soja. O proprietário José Raul das Neves, de 85 anos, está no local com a esposa e o cunhado. Nenhum deles quis falar com a imprensa.

A imprensa também está no local aguardando o comboio, que desembarcou logo cedo em Campo Grande vindo de (DF). Mais tarde, Sônia se reúne com o governador (PSDB) na Capital.

Saiba Mais