Os deputados estaduais de Mato Grosso do Sul debateram, em sessão plenária desta quinta-feira (18), a de um homem suspeito de assediar crianças em ônibus em Campo Grande e também medidas em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, comemorado nesta quinta-feira.

No caso que ocorreu nesta quarta-feira (17), durante trajeto na linha 308 Santa Emília-Centro. A Guarda Municipal escoltou veículo até delegacia e homem foi preso.

O deputado Professor Rinaldo (Podemos) levantou o debate durante o grande expediente da Casa de Leis e pediu colaboração dos moradores para que casos envolvendo assédio às crianças sejam denunciados.

“É um crime que não podemos ficar calados. É preciso que nós estejamos em uma conscientização coletiva sobre isso. Suspeita de que alguma tem sofrido violência? Denuncie”, disse o deputado.

Ele pontuou que a criação do Centro Integrado de Atendimento à Criança, que será construído em frente à Casa da Mulher, vai auxiliar muito no combate a esse crime. A construção necessita apenas do aval da União para ser concretizado.

Em uso da palavra, (PL) também chamou atenção para as denúncias de pedófilos. “Temos que denunciar tais atos, mesmo que suspeitos. Temos que levar à polícia. Pedófilo é um ser repugnante, nojento. Nós precisamos de ajuda principalmente da sociedade para combater esse tipo de crime”, pontou.

Lia Nogueira (PSDB), por sua vez, pontuou a violência sofrida pelas crianças nas aldeias indígenas. “Precisamos falar da exploração sexual que ocorre nas aldeias indígenas. Essa não é uma questão cultural, isso é violência. Não importa se são crianças indígenas ou não indígenas. São crianças. É o dever do parlamento estadual combater esse tipo de violência no Estado”, afirmou a deputada.

Tarado assedia crianças em ônibus

Um ônibus do transporte coletivo de , que faz a linha 308 A Centro – Santa Emília, foi escoltado pela GCM (Guarda Civil Metropolitano) até a DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) na tarde desta quarta-feira (17). Um dos passageiros, de 33 anos, foi preso por assediar cerca de oito crianças.

Conforme informado pela GCM, as crianças estavam com uniformes da rede estadual de ensino, já que voltavam da escola para suas casas, quando um dos passageiros teria começado a passar as mãos nelas e tentado abraçá-las.

O motorista do ônibus percebeu a confusão ao escutar os gritos e ligou para a equipe da Ronda Escolar da GCM da região da Lagoa, mais próximo de onde o coletivo estava. O passageiro foi preso e escoltado, junto ao veículo, até a delegacia.

Ônibus faz a linha Centro – Santa Emília. (Foto: Kisie Ainoã – Jornal Midiamax)