Semana política de MS tem reabertura de CPI, Fake News e a volta de Zeca do PT às eleições

Para quem perdeu os principais destaques da semana, acompanhe aqui nosso resumo e fique por dentro dos acontecimentos políticos no MS
| 07/05/2022
- 08:48
semana
De Fake News a reabertura da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Energisa, a semana foi marcada por vários acontecimentos políticos. Foto: arquivo/Midiamax

De Fake News a reabertura da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Energisa, a semana foi marcada por vários acontecimentos que movimentaram o cenário político do Mato Grosso do Sul.

Além do anúncio da pré-candidatura de Zeca do PT a deputado estadual, também acompanhamos o ex-governador André Puccinelli citando o ex-ministro Carlos Marun como um possível nome ao Senado.

A pré-campanha mal começou e já tem político sofrendo hater dos adversários, como a pré-candidata (União Brasil) que desmentiu o boato que desistiria do projeto eleitoral ao Governo do MS.

Acompanhamos o PSD nacional desenhando uma aliança com PDT e a abertura de um possível palanque Ciro Gomes no MS, no qual o pré-candidato ao Governo, Marquinhos Trad (PSD) pode ser o anfitrião.

Na quinta-feira (5), ocorreu mais um “ato político” do com vereadores e lideranças tucanas. No entanto, o evento trouxe a entrega dos pontos na fala do presidente da sigla no MS em relação à pré-candidatura de Riedel, que destacou precisar da imagem de Reinaldo Azambuja para eleger o seu nome escolhido.

E a semana se encerra com a posse de Adelaido Vila na Sidagro. Segundo a prefeita Adriane Lopes (Patriotas), o nome não foi indicado por ninguém e foi escolhido pelo desempenho mútuo na prefeitura durante a pandemia.

Veja também

Senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da PEC (Proposta de Emenda à...

Últimas notícias