Rose Modesto acredita que MS será prejudicado com guerra na Ucrânia

Para deputada federal, conflito é um ‘retrocesso histórico’
| 24/02/2022
- 21:29
Deputada pediu sensatez de líderes internacionais.
Deputada pediu sensatez de líderes internacionais. - Foto: Reprodução | Redes Sociais.

Considerando a guerra na Ucrânia como um ‘retrocesso histórico’, a deputada (PSDB) afirmou que o Brasil e serão prejudicados. A Rússia protagonizou ataques no leste ucraniano e trouxe novos capítulos para o conflito nesta quinta-feira (23).

“É preciso consciência de que o Brasil e Mato Grosso do Sul também serão negativamente impactados por esta guerra”, apontou a deputada. Segundo ela, a guerra é injustificável e marca um “retrocesso histórico e humanitário, que vai afetar a vida de todos”.

Em pronunciamento, a parlamentar lembrou que as economias e as culturas estão conectadas, por isso o conflito afeta o mundo inteiro. “Trava o desenvolvimento das nações que ainda enfrentam uma pandemia”.

Rose afirmou que reza para que todos sejam protegidos. “Espero que os líderes globais tenham equilíbrio e sensatez neste momento de crise aguda. É sempre possível dar uma chance à paz”, finalizou.

Parlamentares de MS

Sobre o conflito entre a Rússia e a Ucrânia, a senadora Soraya Thronicke (União Brasil) avalia que “a escolha pela guerra nunca será o melhor caminho”. Para a senadora Simone Tebet (MDB), a luta tem de ser por 'solução de paz' e o conflito da Rússia afeta o mundo todo.

Nelsinho Trad (PSD) disse que a ‘paz está no DNA do brasileiro’, ao Jornal Midiamax o parlamentar disse ter medo de Bolsonaro falar a favor da Rússia. A bancada de deputados federais de MS também se posicionou sobre os conflitos.

Veja também

Projeto já recebeu três pedidos de vistas e está na ordem do dia desta quinta-feira (11)

Últimas notícias