Reinaldo diz que desistência de João Doria já era esperada no PSDB

Agora, afirma o titular, o PSDB vai analisar 'outros caminhos'
| 24/05/2022
- 12:11
Governador
(Foto: Nathalia Alcântara, Jornal Midiamax, Arquivo).

Já era esperada. Essa foi a avaliação, nesta terça-feira (24), do governador de Mato Grosso do Sul, (PSDB), sobre a desistência do ex-titular do comando de São Paulo João Doria (PSDB) da presidência da República.

"Era uma questão que o partido vinha discutindo há muito tempo. Doria estava com alto grau de rejeição", afirmou Azambuja. Para ele, o partido errou ao antecipar as prévias que definiram João Doria como pré-candidato e não aguardar 'o momento oportuno'.

Agora, afirma o governador, a legenda verá 'outros caminhos' e, embora seja uma decisão que passa pelas instâncias da Executiva nacional, os diretórios estaduais serão ouvidos. "Vamos aguardar a posição do PSDB".

PSDB vice ou nova candidatura?

Indagado sobre a legenda indicar o próprio ex-governador de São Paulo como pré-candidato a vice em uma eventual chapa com a senadora (MDB/MS), pré-candidata a presidente, Reinaldo também pondera.

Afirma que poderia apoiar a parlamentar, no entanto, é uma decisão que esbarra em nomes locais, uma vez que o MDB em MS tem pré-candidato ao Governo do Estado, bem como o PSDB.

Além disso, o governador cita que algumas lideranças do ninho tucano ainda cogitam lançar Eduardo Leite, ex-governador do Rio Grande do Sul, como nome à República. No entanto, tudo se trata de 'discussão prematura'.

Veja também

O partido também confirmou a pré-candidatura de Tiago Botelho na disputa ao Senado

Últimas notícias