Protocolo de Intenções do Consórcio Brasil Verde celebrado entre 27 estados é validado em MS

Participação de MS no Consórcio Brasil Verde segue política estratégica em tornar o Estado Carbono Neutro até 2030
| 21/06/2022
- 08:27
Governo de MS nomeou aprovados em concursos
Governo de MS nomeou aprovados em concursos - Henrique Arakaki, Midiamax

Criado com o objetivo de promover o enfrentamento aos efeitos adversos das mudanças do no , o protocolo de Intenções do Consórcio Brasil Verde em que Mato Grosso do Sul faz parte com outros 26 estados foi ratificado, ou seja, validado, conforme publicação no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (21).

De acordo com a publicação, o Protocolo de Intenções é celebrado entre os Estados do Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins, para a constituição do “Consórcio Interestadual sobre o Clima - Consórcio Brasil Verde”.

Segundo a lei, com o número de ratificações previsto no Protocolo de Intenções, será convertido automaticamente em Contrato de Consórcio Público, ficando criada a autarquia interfederativa Consórcio Interestadual sobre o Clima - Consórcio Brasil Verde.

Consórcio Brasil Verde

A participação sul-mato-grossense no Consórcio Brasil Verde segue a política estratégica do Governo do Estado em tornar Mato Grosso do Sul um Estado Carbono Neutro até 2030. Ou seja, até esse prazo, o governo pretende mitigar as emissões de gases causadores do efeito estufa, dentro do próprio território, para contribuir com a redução do aquecimento global.

A criação do Consórcio Interestadual Brasil Verde reúne todas as unidades federativas do País na busca pelo desenvolvimento sustentável em vista da preservação do meio ambiente.

Veja também

Em sessão desta terça-feira (9), a Câmara de Campo Grande aprovou cinco projetos. Entre eles...

Últimas notícias