'Por mim, CPI já teria sido aberta há anos', diz Marquinhos sobre Consórcio Guaicurus

Prefeito lembra que atribuição de investigar cabe ao Executivo Municipal
| 04/02/2022
- 14:10
Prefeito de Campo Grande
Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, durante evento na Câmara Municipal nesta sexta-feira (4) - (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax)

"Por mim essa CPI [Comissão Parlamentar de Inquérito] já era aberta há anos, não é problema meu, é problema da Câmara Municipal", disse o de Campo Grande, (PSD), nesta sexta-feira (4). O vereador Professor André Luis (Rede) apresentou o pedido na sessão de quinta-feira (3) e, agora, o presidente Carlos Augusto Borges (PSB) e a procuradoria Jurídica da Casa de Leis vão analisar a medida. 

Em janeiro, André Luis disse que faria o pedido na primeira sessão ordinária de 2022, enquanto outros colegas afirmaram, na mesma ocasião, que era forte a possibilidade de respaldo à apuração ao contrato da concessionária do transporte coletivo.

Segundo o documento, a CPI tem objetivo de investigar as empresas de ônibus a partir do contrato de concessão — de outubro de 2012 até 2022 —, 'haja vista as constantes reclamações dos usuários do transporte público, bem como das escusas trazidas pela concessionária para justificar referidas reclamações'. 

Uma reunião na segunda-feira (7) será feita entre os vereadores para discussão do assunto. 

Veja também

O partido também confirmou a pré-candidatura de Tiago Botelho na disputa ao Senado

Últimas notícias