Federação Psol-Rede pede registro de candidatos ao Governo, Senado e Assembleia em MS

Além de chapa ao Governo e Senado, federação Psol-Rede pediu o registro de 20 candidatos à Assembleia Legislativa
| 29/07/2022
- 18:03
TRE-MS analisa pedidos de registro da federação Psol-Rede
TRE-MS analisa pedidos de registro da federação Psol-Rede. (Foto: Jornal Midiamax/Arquivo)

A Federação Psol-Rede apresentou ao TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) pedidos para registro de candidaturas às Eleições-2022 ao Governo do Estado, Senado e à Legislativa.

O passo, seguinte à aprovação dos nomes em convenções, abre espaço para que candidatos, partidos, federações, coligações e Ministério Público Eleitoral, em 5 dias a partir da publicação, apresentem impugnação a algum dos nomes propostos.

Qualquer cidadão no exercídio dos direitos políticos também pode apresentar notícia de inelegibilidade em relação a alguns dos nomes. O processo é digital e depende da apresentação de documentos pelo site https://pje.tre-ms.jus.br/pje/login.seam.

Edital de pedido de registro coletivo da chapa ao Senado incluem Anizio Leite Tocchio Junior (Anizio Tocchio) como candidato a senador, tendo como suplentes Márcio Alves Benites (Márcio Benites) e Diana Sheila Medina Santos Ramires (Diana Sheila), sob o número 500.

Em outro processo, são apresentados os 20 nomes de candidatos a deputado estadual pela federação: Adenir Emidio Pedro (Tenente do Psol Coletivo), Alverino Batista Lemos (Verino Mineiro), Andre Luis Soares da Fonseca (Prof. Andre Luis), Arthur Mitsugi Koga (Arthur Koga), Aurimar da Silva Lima (Aurimar Lima) Eidson Ferreira Brito (Brito), Elizio de Arruda Filho (Paturi), Eva Santos da Silva (Eva Santos), Ezequias Assis dos Santos (Ezequias Assis), Fagner Lima Bizerra (Fagner Lira), Jefferson dos Santos Pereira (Jefinho), Juliano Alexandre de Sena Davila (Pr. Juliano Alexandre), Lucas Gabriel de Souza Queiroz Batista (Luso), Osvaldina Maria de Freitas (Diná Freitas), Rosaniz Martins Pontes (Rozanis Martins), Samella Valle dos Santos (Samella Vale), Silvanete de Brito, Urias Fonseca Rocha (Urias Rocha BR), Valeria Silva (Valeria-Coletivo de Mulheres) e Vastir Eloy Amado (Val Eloy).

Por fim, também foi apresentado pedido para registro da candidatura de Adonis Marcos de Souza (Adonis Marcos) ao Governo de Mato Grosso do Sul, tendo como vice Ilmo Cândido de Oliveira (Ilmo Cândido).

Federação Psol-Rede aprovou candidaturas em 24 de julho

A convenção da federação Psol-Rede foi realizada em 24 de julho, ocasião em que também foram aprovados 8 nomes para a disputa de vagas na Câmara dos Deputados, incluindo o de Luhaara Arguelho (Psol), que inicialmente disputaria o Governo do Estado, porém, mudou o projeto tendo por objetivo ajudar a federação a tentar vaga no Congresso Nacional –superando limitações da cláusula de barreiras.

A federação partidária é uma novidade das Eleições-2022, sendo a federação Psol-Rede a primeira a ser aprovada na Justiça Eleitoral. Por meio dela, os partidos funcionam como uma única instituição ao longo de todo o mandato, visando a permitir maior facilidade para se superar as cláusulas de barreiras. Na coligação, o acordo funciona apenas durante a eleição.

Veja também

Últimas notícias