Em Campo Grande, crianças ou adolescentes com deficiência podem ter prioridade na matrícula da Reme (Rede Municipal de Ensino) de Campo Grande. O nº 10.829/22 prevê prioridade para estas crianças, aquelas que possuem pais PcDs (Pessoas com Deficiência) ou com responsáveis idosos.

Estes estudantes terão prioridade para matrícula em escolas perto da residência da família. O projeto está protocolado na de Campo Grande.

A prioridade será assegurada caso a escola possua a série que o estudante precisa ser matriculado e se houver o quantitativo de vagas suficiente. O aluno deverá apresentar, além dos documentos exigidos pela matrícula, o laudo que comprova a deficiência.

Se os pais forem PcDs deverão apresentar o comprovante ou documento que comprove a do responsável.

O vereador Silvio Pitu (PSD) é autor da proposta. Segundo ele, o projeto visa diminuir “qualquer dificuldade relacionada ao deslocamento e à acessibilidade”.

Por fim, a proposta aguarda ser pautada e votada pelos vereadores.