A Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) realizará sessão solene para homenagear os 60 anos da regulamentação da psicologia no Brasil. A sessão ocorre às 19h desta sexta-feira (25).

No local, profissionais da área receberão as homenagens.

O evento foi proposto pelo deputado Pedro Kemp (PT), que é psicólogo por formação. Kemp frisou a importância da profissão e também dos CAPs (Centros de Atenção Psicossocial).

“Os CAPs precisam estar em todas as comunidades. Problemas como preconceitos, ódio, suicídios, machismo, violência, dependência de álcool e drogas, depressão, conflitos que atingem todas as camadas da população precisam do trabalho dos profissionais da psicologia”, disse o deputado.

Vale lembrar que a Câmara Municipal de Corumbá realizou sessão solene para homenagear os 60 anos da profissão. Do mesmo modo, a Câmara Municipal de Campo Grande prestou homenagens.

Segundo o presidente do Conselho Regional de Psicologia de Mato Grosso do Sul (CRP14/MS), Walkes Jacques Vargas, as homenagens são importantes.

“Prestar homenagens aos colegas é enfatizar a importância da profissão para o desenvolvimento da sociedade em que vivemos”, disse.

“É valorizar a contribuição de cada um de nós ao longo dos 60 anos de história da profissão”, enfatizou Vargas.

Assim, os homenageados são de Campo Grande e do interior do Estado. São pessoas que contribuíram e contribuem, em suas atividades, na história da formação e consolidação da psicologia em Mato Grosso do Sul.

Psicologia no Brasil

Desde o século 19, a profissão teve sua inserção no país por meio das formações pedagógicas.

Na década de 30, com a criação da USP (Universidade de São Paulo), a psicologia ganha força, trazendo a compreensão de que pode tornar-se uma profissão específica.

Entretanto, a PUC-Rio e a USP criaram os primeiros cursos de psicologia somente no fim da década de 50.

Por fim, vale lembrar que a psicologia é constituída e praticada majoritariamente por mulheres, que representam 86% da categoria no Brasil.