Adjunto da Cultura de MS, ex-vereador deve ficar longe das urnas nas eleições de 2022

Eduardo Romero afirmou não ter pretensão de disputar as eleições deste ano
| 25/01/2022
- 15:57
Eduardo Romero é secretário adjunto de Cultura
Eduardo Romero é secretário adjunto de Cultura - Izaías Medeiros, Divulgação, Arquivo

O secretário adjunto de de Mato Grosso do Sul, o ex-vereador de Campo Grande, Eduardo Romero (Rede), deve ficar longe das urnas nas eleições deste ano.

Ele afirmou ao que não pretende ser candidato. Este ano, as eleições são para deputado estadual, federal, Senado, governo e presidência da República. 

Segundo Romero, ele não será candidato. A reportagem questionou ainda se ele desistiu da política ou se apenas não se interessou nos cargos deste ano. “O que tenho feito a vida toda é política. Estou atuando inclusive em política, com as políticas públicas culturais e de Cidadania”.

Ainda conforme o ex-vereador, o legislativo é apenas uma das formas e possibilidades de atuar politicamente, mas não é a única. “Fazemos política todos os dias em todos os lugares e atos”.

O secretário de Cultura, João César Mattogrosso deve retornar para a Câmara de Vereadores em fevereiro, de onde está licenciado desde abril do ano passado. Com isso, a cadeira da secretaria fica vaga. 

Romero não sabe se deve assumir a pasta interinamente. Disse apenas que é uma decisão do governador (PSDB).

Veja também

Últimas notícias