Política

Com eleição remarcada, candidatos em Sidrolândia se preparam com reuniões

Eleitores da cidade voltam às urnas em 13 de junho, se o calendário for mantido

Mayara Bueno Publicado em 19/05/2021, às 10h10

Enelvo Felini e Vanda Camilo vão disputar eleição suplementar em Sidrolândia
Enelvo Felini e Vanda Camilo vão disputar eleição suplementar em Sidrolândia - (Foto: Arquivo Midiamax)

Com a eleição suplementar para prefeito de Sidrolândia em 13 de junho, os dois candidatos afirmam que estão preparados para campanha eleitoral atípica. Prefeita interina, Vanda Camilo (PP) vai concorrer com o ex-chefe do Executivo daquele município Enelvo Felini (PSDB) - eles poderão iniciar a campanha no sábado (22).

"Estamos aquecendo, nos preparando, escritório em ordem, material sendo feito, começando a levar a mensagem, estou bem animado. Campanha está boa, estão aderindo", disse o tucano. Ele disputou a eleição regular, em novembro de 2020, obtendo 9.057 votos no segundo lugar. 

Quando a eleição suplementar tinha sido marcada para 11 de abril, decretos não permitiam aglomeração com mais de 50 pessoas, o que deve permanecer, acredita Enelvo Felini. "Não tem como faz grandes reuniões", complementando que, no sábado, deve fazer adesicagem, 'barulho, algum ato'.

Atual prefeita, Vanda Camilo disse que fará como estava executando anteriormente. "A prefeitura trabalha até às 13h, eu sou prefeita em tempo integral, mas sei a hora de fazer política". 

Segundo a chefe do Executivo de Sidrolândia, entre esta quarta-feira (19) e sexta-feira (21), serão feitas reuniões com a coordenação de campanha, para discutir como será a partir de sábado. "Estamos com muito trabalho, desempenhando várias ações, campanha de vacinação". 

Interrupção

O calendário eleitoral foi interrompido em março devido à pandemia de Covid-19. O município chegou a ser classificado com a bandeira cinza pelo Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia), do Governo do Estado, com alto risco de contaminação. Atualmente, está na bandeira laranja.

O processo vai continuar de onde parou, ou seja, a disputa fica mantida entre dois candidatos: a prefeita interina e presidente da Câmara Municipal, Vanda Camilo (PP); e o ex-prefeito e ex-deputado estadual Enelvo Felini (PSDB). Em 22 de maio vence o prazo para pedir a impugnação das candidaturas. Nesse mesmo dia, começa a propaganda partidária obrigatória no rádio e na televisão.

novo pleito foi convocado pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) após o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidir manter a impugnação do registro de candidatura de Daltro Fiúza (MDB), eleito em novembro. Sem ser diplomado e consequentemente impedido de tomar posse, Vanda assumiu a prefeitura, após ser eleita presidente da Câmara Municipal.

Jornal Midiamax