Política

Ex-primeira dama que já foi presa está na lista para receber auxílio emergencial

O nome da ex-primeira dama de Jaraguari, Cláudia Batista de Oliveira Vilela, na lista do auxílio emergencial chamou a atenção dos moradores do município, localizado a 52 quilômetros de Campo Grande. Ela já foi presa, em 2015, acusada de utilizar cartões de idosos quando era secretária de assistência social de Jaraguari, durante o mandato do […]

Gabriel Maymone Publicado em 21/06/2020, às 23h19 - Atualizado em 14/07/2020, às 16h16

Ex-primeira dama de Jaraguari, Cláudia Batista Vilela. (Imagem: reprodução)
Ex-primeira dama de Jaraguari, Cláudia Batista Vilela. (Imagem: reprodução) - Ex-primeira dama de Jaraguari, Cláudia Batista Vilela. (Imagem: reprodução)

O nome da ex-primeira dama de Jaraguari, Cláudia Batista de Oliveira Vilela, na lista do auxílio emergencial chamou a atenção dos moradores do município, localizado a 52 quilômetros de Campo Grande.

Ela já foi presa, em 2015, acusada de utilizar cartões de idosos quando era secretária de assistência social de Jaraguari, durante o mandato do seu marido, Vagner Gomes Vilela. Na lista divulgada pelo Portal da Transparência do Governo Federal consta que Cláudia está inscrita como mãe solteira, tendo direito ao valor de R$ 1,2 mil do governo.

O marido, por sua vez, foi alvo de operação da Polícia Civil em 2016, quando exercia mandato de prefeito na cidade. A denúncia noticia diversos atos de improbidade imputados ao atual prefeito da cidade “em conluio criminoso” com vereadores do município e ainda gestores públicos e privados do Estado. Ainda conforme a denúncia, o prefeito estaria comprando imóveis com o dinheiro desviado e registrando-os no nome do pai e do sogro.

Divulgação das listas

Esses valores são as parcelas já disponibilizadas na conta dos beneficiários, não sendo possível afirmar se foi sacado. Se alguém tiver recebido de forma indevida, também pode usar o link para devolução voluntária.

Vale lembrar que as informações são todas oficiais, disponibilizadas pelo Portal da Transparência do Governo Federal, mantido pela Controladoria-Geral da União (CGU). O Ministério da Cidadania é responsável pela gestão e base de dados do programa assistencial criado por causa da pandemia do novo coronavírus, que causa Covid-19.

Midiamax incentiva o Controle Social

Jornal Midiamax incentiva em Mato Grosso do Sul o ‘controle social’, que é a participação ativa da população no combate à corrupção com denúncias sobre suspeitas e fraudes no pagamento do Auxílio Emergencial.

Assim, no Portal da Transparência, você pode comunicar oficialmente ao Ministério da Cidadania com a ferramenta Fala.BR. Ou pode ainda indicar se alguém recebe um benefício indevidamente pelo link “Fique de Olho!”.

Achou suspeito? Avise os jornalistas do Midiamax:

No entanto, se quiser informar ao Midiamax sua suspeita, tenha certeza de que nossos jornalistas vão levantar os dados e levar às autoridades responsáveis com o máximo de responsabilidade e garantindo seu sigilo, que é protegido por lei.

Jornal Midiamax