Política

Antecipação de feriados pode prejudicar setor turístico, afirma secretário de Bonito

O pedido de antecipação dos feriados, como medida de enfrentamento ao coronavírus, no Mato Grosso do Sul preocupa o setor turístico do estado. O secretário de Indústria, Turismo e Comércio de Bonito, Augusto Barbosa Mariano, considera a medida como prejudicial para a retomada das atividades turísticas da cidade, previstas para o começo de junho. A […]

Dândara Genelhú Publicado em 29/05/2020, às 17h39 - Atualizado em 30/05/2020, às 11h25

Foto: Divulgação/Prefeitura de Bonito
Foto: Divulgação/Prefeitura de Bonito - Foto: Divulgação/Prefeitura de Bonito

O pedido de antecipação dos feriados, como medida de enfrentamento ao coronavírus, no Mato Grosso do Sul preocupa o setor turístico do estado. O secretário de Indústria, Turismo e Comércio de Bonito, Augusto Barbosa Mariano, considera a medida como prejudicial para a retomada das atividades turísticas da cidade, previstas para o começo de junho.

A antecipação dos feriados de 2020, estaduais e nacionais, foi solicitada por meio de requerimento protocolado na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul). O documento pede ao Governo do Estado e à Prefeitura de Campo Grande, a análise da possibilidade de antecipação dos feriados, para minimizar os danos do funcionamento das empresas.

Em entrevista ao portal Bonito Informa, Mariano lembrou que “o turismo está tentado de forma gradual e responsável voltar as suas atividades em julho”. De acordo com o secretário, a retomada está sendo realizada com uma série de análises para não prejudicar moradores, colaboradores e turistas de Bonito.

Ele explica que a primeira aposta do setor de turismo da cidade é a da própria população sul-mato-grossense, “que neste momento estão reprimidos, com vontade de viajar e sair de casa um pouco”. “Acredito que não se deve mexer no calendário de 2020. O município de Bonito é favorável a manter o calendário do jeito que está, sem mudanças”, finalizou.

Jornal Midiamax