Política

Com obrigação de demitir mais de 4 mil, prefeito revela ter solução para Seleta e Omep

Marquinhos prometeu resposta correta e no prazo

Ludyney Moura Publicado em 27/04/2017, às 14h05

None
a36a6234-08ea-4bb2-a075-12645aebff83.jpg

Marquinhos prometeu resposta correta e no prazo

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) afirmou, durante agenda pública na manhã desta quinta-feira (27) que já tem uma solução para apresentar à Justiça no caso envolvendo a demissão dos terceirizados pelo município pela Omep e Seleta.

“Vamos responder à Justiça da forma correta, dentro do prazo”, limitou-se a dizer o prefeito, que não quis revelar a solução encontrada para o imbróglio. “Veremos amanhã”, finalizou.

A sexta-feira (28) é o prazo dado pela Justiça para que a Prefeitura apresente um programa de substituição gradativa dos terceirizados da Seleta e Omep, conforme acordo firmado com o juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos da Capital, David de Oliveira Gomes Filho e o MPE-MS (Ministério Público Estadual) em janeiro deste ano.

Segundo o Senalba (Sindicato dos Trabalhadores em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional), que representa os terceirizados, só neste ano foram dispensados 557 trabalhadores e outros 442 tiveram seu desligamento entre dezembro e maio de 2016. Ao todo, 4,3 mil pessoas devem ser demitidas até o mês de junho deste ano.

Jornal Midiamax