Política

PMDB e PSD querem consenso, mas não definem apoio a João Rocha

"Nada impede que PMDB tenha candidato"

Evelin Cáceres Publicado em 26/11/2015, às 15h22

None
camara1.jpg

"Nada impede que PMDB tenha candidato"

O PMDB e o PSD que têm 12 vereadores na Câmara declararam nesta quinta-feira (26) que os partidos ainda não decidiram seu apoio ao vereador João Rocha, possível candidato à presidência da Casa, a ser definido em sessão extraordinária nesta sexta-feira (27).

Vanderlei Cabeludo (PMDB) disse que o partido ainda não tem definições. “Nada impede que tenha um peemedebista como candidato. Nada está definido, só temos como entendimento buscar um consenso”.

Coringa (PSD) afirmou que o partido também busca consenso, mas que não declarou apoio a João Rocha. O próprio tucano, que tem apoio do PSB e do PT, declarou que não há definições. “Estamos trabalhando em torno de um nome de consenso, não necessariamente o meu".

Sobre apoio do governador, do mesmo partido, João Rocha garantiu não haver influência de Reinaldo Azambuja na questão.“O governador vai governar, tem muitas problemas já. Não vamos misturar o PSDB com a mesa diretora da Câmara”, afirmou.

Na votação que elegeu Mario Cesar (PMDB) em 2013, André Puccinelli, então governador, acompanhou a sessão na Câmara. 

Jornal Midiamax