Política

Diretora da IMPCG presta depoimento à CPI das Contas Públicas

Oitiva ocorre amanhã na Câmara Municipal de Campo Grande

Jessica Benitez Publicado em 23/06/2015, às 22h00

None
cpi.jpg

Oitiva ocorre amanhã na Câmara Municipal de Campo Grande

Amanhã a CPI das Contas Públicas interroga a diretora-presidente do Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande (IMPCG), Lilian Maria Maksoud, às 14h no plenário da Câmara Municipal. Até agora já foram ouvidos os secretários de Saúde, Jamal Salem, Administração, Wilson do Prado, o diretor-presidente da Fundação Social do Trabalho (Funsat), Cícero Ávila, interino de educação Wilson do Prado. Se necessário eles podem tornar a serem sabatinados em acareação.

Segundo o presidente da comissão, vereador Eduardo Romero (PTdoB), as áreas prioritárias na apuração são educação e saúde. Ontem era a vez de o diretor-presidente da Fundação Municipal do Esporte, José Amancio da Mota, conhecido como Madrugada, ser inquirido, mas a oitiva foi transferida para próxima segunda-feira (29). Neste caso houve incompatibilidade de agendas.

Até o momento mais de 200 mil páginas documentais foram enviadas aos vereadores. Para que o trabalho seja célere uma equipe de assessoria técnica foi contratada por R$ 13.500 por mês durante 90 dias.

A investigação pode ser estendida para 120 dias. A quantidade de material é grande porque a abrangência dos trabalhos vai de janeiro de 2011 a abril de 2015, período no qual os ex-prefeitos de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB) e Alcides Bernal (PP) eram administradores, além do atual chefe do Executivo, Gilmar Olarte (PP).

A Comissão tem como objetivo investigar se o aumento de 40,34% na folha de pessoal da Prefeitura ocorreu por aumentos salariais praticados pelas gestões anteriores ou devido à nomeação de comissionados por parte de Olarte.

Além disso, apurar quanto da receita de folha de pessoal é destinada aos comissionados nomeados durante a gestão do prefeito, bem como se estão efetivamente trabalhando e se os recursos destinados ao pagamento destes estão atingindo sua finalidade.

Jornal Midiamax