Política

Presidente afasta polêmica sobre vetos de Puccinelli e garante limpar a pauta até terça

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Jerson Domingos (PMDB), afastou as polêmicas sobre os 15 vetos do governador André Puccinelli (PMDB) que devem ser votados até a próxima terça-feira (11). “Se votar quinta ou terça não faz diferença. O período é curto para dizer que ficou por último”, afirmou o presidente […]

Arquivo Publicado em 04/03/2014, às 15h36

None
257838531.jpg

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Jerson Domingos (PMDB), afastou as polêmicas sobre os 15 vetos do governador André Puccinelli (PMDB) que devem ser votados até a próxima terça-feira (11).


“Se votar quinta ou terça não faz diferença. O período é curto para dizer que ficou por último”, afirmou o presidente da Casa de Leis. Jerson se referiu a próxima sessão da Assembleia após o carnaval, na quinta-feira (06), e a sessão seguinte para limpar a pauta.


A votação dos vetos começou na semana passada quando os deputados estaduais derrubaram o veto do governador e promulgaram o projeto de lei de Marquinhos Trad (PMDB) sobre o aumento do desconto do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotores (IPVA) para pagamento à vista e parcelamento de débitos anteriores sem juros.


No mesmo dia, foram votados outros três vetos do governador que foram mantidos. Antes, porém, Jerson se reuniu com os 23 parlamentares para acordar sobre os vetos.


Alguns deputados disseram que as polêmicas ficaram por último. No entanto, o presidente da Assembleia negou vetos que poderiam causar polêmica e discussão. “Não tem nada de polêmica, apenas precisamos votar”, pontuou o peemedebista.


No início das atividades legislativas, Jerson já havia anunciado a votação dos vetos do governador que se acumulavam desde o ano passado ainda no primeiro semestre deste ano.

Jornal Midiamax