Política

Puccinelli inclui oficialmente Giroto, do PR, entre opções para sucessão de Nelsinho

Apesar de PMDB ter como pré-candidatos, Paulo Siufi, Edil Albuquerque e Carlos Marun, pesquisa 'interna' encomendada por Puccinelli inclui Giroto com destaque. Ele é apontado como predileto do governador.

Arquivo Publicado em 04/05/2011, às 17h13

None
803722802.jpg

Apesar de PMDB ter como pré-candidatos, Paulo Siufi, Edil Albuquerque e Carlos Marun, pesquisa ‘interna’ encomendada por Puccinelli inclui Giroto com destaque. Ele é apontado como predileto do governador.

Mesmo não sendo do PMDB, o nome de Edson Giroto (PR) foi tratado com destaque em pesquisa ‘interna’ sobre a sucessão em Campo Grande apresentada pelo governador André Puccinelli.



Ainda foram lembrados os deputados Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Reinaldo Azambuja (PSDB). Apesar de ter três nomes interessados da disputa, o PMDB precisa conviver com o apoio velado que Edson Giroto, do PR, recebe de Puccinelli.


Além de incluir Giroto oficialmente na conversa, apontado por todos como grande projeto político do governador para o ano que vem, a maior novidade foi o governador ter admitido que o PMDB pode ser obrigado a sair com chapa pura.


Calma

Na segunda-feira (2), o governador, Nelsinho e os 16 vereadores da base aliada do governo se reuniram por cerca de três horas para discutir as eleições de 2012. E as palavras de ordem do governador foram calma e consenso.


Segundo o vereador Airton Saraiva (DEM), a reunião foi produtiva e André tentou acalmar os correligionários.” O governador pediu calma e consenso sobre a disputa. Ele disse que temos que esperar a minireforma política, pois há a possibilidade das eleições serem chapa pura”, explica.


De acordo com Paulo Siufi, durante a conversa com o governador, ele explicou que está em franco diálogo com os secretários e disse que foram discutidos vários pontos como a minireforma política, as coligações nacionais e municipais. “André explicou que sem as coligações proporcionais os partidos pequenos correm o risco de não disputarem as eleições e talvez só os partidos grandes entrem na disputa e fique só em chapa pura”, explica.


Paulo Siufi acha que André fala do seu nome com bastante carinho, mas ainda não disse se tem preferência por algum candidato.


Já nos bastidores o deputado Edson Giroto é apontado como predileto de Puccinelli. Ele estaria inclusive sendo blindado pelo governador para não se expor cedo demais nas conversas sobre a sucessão de Nelsinho. Enquanto dentro do PMDB já existam rusgas e disputas por espaço, Giroto preserva o nome e não entra em nenhum embate correndo por fora na disputa.

Jornal Midiamax