A polícia encontrou comprimidos de rebite dentro do caminhão desgovernado que atingiu cerca de sete carros em 6 quilômetros desde a Nova Campo Grande até o portão do Exército na Avenida Duque de Caxias, na manhã desta quinta-feira (17). O caminhoneiro foi preso e levado para a delegacia.

Segundo o delegado Bruno Urban da 7ª Delegacia de Polícia Civil, os comprimidos foram encontrados dentro do caminhão, sendo apreendidos e levados para perícia. O caminhoneiro irá responder pelo crime de dirigir com função psicomotora alterada.

O que é rebite? Uma droga conhecida por manter o motorista acordado, em alerta para ‘render’ a viagem. A atuação do rebite costuma ser relativamente rápida. A droga age diretamente no Sistema Nervoso, alterando a atuação dos neurotransmissores e, consequentemente, diminui os sinais de sono e aumenta o estado de alerta. A pessoa pode se sentir mais “energizada” e acordada ao consumir o rebite.

Seis quilômetros e sete carros atingidos

Foram cerca de 6 quilômetros que o caminhão desgovernado percorreu, atingindo vários carros e por último o portão do Exército, na Avenida Duque de Caxias, em Campo Grande, na manhã desta quinta-feira (17). Ele acabou preso e estaria sob efeito de drogas.

Testemunhas relataram que o caminhão já vinha desgovernado desde o Bairro Nova Campo Grande, na contramão, o que dá os cerca de seis quilômetros atingindo veículos, um total de sete. 

O caminhoneiro só parou quando acertou o portão do Exército, o derrubando. Foram necessários cerca de cinco policiais para conter o motorista que estava alterado. Ele foi colocado dentro do camburão e levado para a delegacia. 

Silvio Pereira é motorista de aplicativo, pegou uma corrida na Avenida Júlio de Castilho e, quando estava seguindo pela Avenida Duque de Caxias, viu o caminhão desgovernado na pista. O motorista tentou desviar, mas acabou atingido. O para-choque da frente do carro caiu.