Mulher que morreu em acidente no Aero Rancho estava a caminho da igreja com marido

Motorista que a atropelou fugiu após o acidente em Campo Grande
| 06/06/2022
- 09:25
Mulher que morreu em acidente no Aero Rancho estava a caminho da igreja com marido
(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)

Silvana Ferreira Bezerra que morreu em um acidente na noite desse domingo (5), no Bairro , em Campo Grande, estava indo para a igreja na companhia do marido, quando o casal foi atingido por um Fiat Uno. 

O genro de Silvana contou ao Jornal Midiamax que recebeu a notícia do acidente por volta das 19 horas. Ele e a esposa vieram no mesmo momento para Campo Grande, já que são moradores de Maracaju. Erick da Silva, de 30 anos, contou que um dos netos da sogra de 8 anos, que morava com o casal, ainda teria dito: “o que vai ser de mim agora?”

Um idoso de 62 anos, morador do bairro há 24 anos, contou sobre os vários acidentes no local. Matias Rodrigues da Rocha falou que em um  dos acidentes uma motociclista ficou prensada no seu muro. Em outro acidente, uma pessoa teve de amputar a perna e, há alguns anos, uma senhora morreu.

Ele falou que acordou com o barulho do acidente. “Foi muito forte”, afirmou. O idoso ainda relatou que já foi pedido semáforo para o local, mas até agora nada. Os moradores já fizeram manifestação na região, mas só um quebra-molas foi colocado.

A dona de uma pastelaria, Madalena de Oliveira, de 56 anos, contou que nenhum motorista respeita a placa de Pare no local, e que os motoristas passam direto. 

Outra moradora, Olívia Alves de Souza, de 56 anos, contou que Silvana caiu e respirava bem devagar, e que os socorristas fizeram o que puderam, mas não conseguiram salvá-la. A moradora ainda disse que a filha da vítima gritava de desespero no local do acidente: “minha mãe”. 

Olívia ainda relatou que não consegue dormir aos fins de semana devido aos acidentes na região. 

O acidente

No local do acidente, a preferencial é para quem segue pela Avenida Costa Melo. O casal seguia pela Graciliano Ramos, sentido leste - oeste, e pararam no cruzamento, onde há a sinalização de Pare.

Neste momento, o condutor do Fiat Uno, que vinha no sentido contrário, passou o cruzamento em alta velocidade, atingiu a moto e um veículo VW Gol que seguia atrás. Com o impacto, a mulher caiu da moto e o capacete teria saído, e, com isso, ela bateu a cabeça ao solo. chegou a ser acionado, porém ela morreu no local.

O Fiat Uno que seria de cor branca, segundo testemunhas, rodou e, logo depois, o motorista fugiu pela Graciliano Ramos, em sentido à Avenida Thyrson de Almeida, prolongamento da Ernesto Geisel. Testemunha disse à reportagem que ele inclusive xingou alguns populares que tentaram filmá-lo, antes de fugir em alta velocidade.

Veja também

Fumaça preta é vista a distância na rodovia e causa congestionamento

Últimas notícias