Motorista foi preso por não prestar socorro em acidente que matou casal na BR-262

O motorista também estava com a CNH vencida desde janeiro do ano passado
| 25/01/2022
- 04:05
Vítimas morreram no local - (Foto: Rio Pardo News)
Vítimas morreram no local - (Foto: Rio Pardo News)

Motorista de 72 anos foi preso após fugir do local do acidente onde morreram Jesus Ferreira Maia, 53, e Glaucimar de Queiroz Vasques, 45, no início da tarde desta segunda-feira (24), no km-232 da (trevo de acesso à pedreira), em Ribas do Rio Pardo, cidade a 97 quilômetros de Campo Grande. O acidente envolveu um caminhão VW dirigido pelo motorista de 72 anos, que não sofreu ferimentos graves, e um VW Gol, onde estavam Jesus Ferreira e Glaucimar.

Após serem acionados para atender à ocorrência, os policiais verificaram que o condutor tinha se do local. Ele foi encontrado a um quilômetro e meio do local do acidente, em área rural, onde foi detido e levado à delegacia. O motorista também estava com a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) vencida desde janeiro do ano passado.

Consta no boletim de ocorrência, que o casal seguia no VW Gol de Ribas do Rio Pardo a Campo Grande e o caminhão no sentido contrário. No km-232, no trevo de acesso à pedreira, o motorista do caminhão realizou uma conversão à esquerda, atravessando então a pista contrária, momento em que colidiu frontalmente com o carro de passeio. As duas vítimas morreram no local. Os corpos ficaram presos nas ferragens e o teve que utilizar desencarcerador para retirá-los.

O caso foi registrado como homicídio culposo cometido na direção de veículo automotor, a pena é aumentada de 1/3 (um terço) se o agente deixar de prestar socorro, quando possível fazê-lo sem risco pessoal, à vítima do acidente.

Veja também

Mãe de motociclista disse que ficou procurando a filha por 24 horas e só depois soube do acidente

Últimas notícias