Líder do PCC (Primeiro Comando da Capital), José Cláudio Arantes, de 66 anos, mais conhecido como ‘Tio Arantes', teria fugido do Centro Penal Agro-Industrial , em 2021, para realizar um tratamento de saúde na Bolívia. A informação foi divulgada pelo advogado Paulo Macena, durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira (15).

Segundo a defesa, tio Arantes espera por cirurgia de cálculo renal. Durante o tempo em que esteve foragido ele também teria tratado problemas de vesícula. “Ele estava com dores agudas, visto que está com uma idade avançada, por isso, fugiu para a Bolívia, para fazer o tratamento”, alega.

Tio Arantes foi preso no último dia 6, na Bolívia, depois de tentar enganar os policiais. Conforme as informações da polícia boliviana, Arantes se apresentou como Raildo Teixeira da Silva, mas os policiais perceberam que o documento era e pouco depois conseguiram identificá-lo.

Dois dias após ser preso pela polícia boliviana, Tio Arantes foi entregue à Polícia Federal de Corumbá, sob um forte esquema de segurança. No dia 9, ele foi levado para o Centro Penal Agro-Industrial Gameleira.

O advogado de defesa informou que vai solicitar audiência para justificar a fuga de 2021. “Ele cumprirá a normalmente e vamos pedir ao juiz para que conceda o tratamento de saúde adequado devido a idade dele”, afirma.

A defesa também destacou que Tio Arantes foi absolvido nos casos de participação da morte do advogado Willian Maksoud Filho, assalto a bancos e tráfico de drogas. Na época em que fugiu do presídio, ele cumpria pena por receptação.

Arantes permanece na Gameleira em Regime Disciplinar Diferenciado, ou seja, está em cela individual, com limitações ao direito de visita e do direito de saída.