Um homem de 30 anos, 3º Sargento do Exército, foi preso em por dirigir sob efeito de álcool depois de sofrer um acidente na madrugada desta quinta-feira (6) na Vila Bandeirante, em . Ele ainda pediu para ser liberado por serem “todos da casa”.

Conforme a ocorrência policial, a PM foi acionada para verificar um acidente de trânsito na Rua e encontrou o sargento dentro do carro acompanhado de outro homem, surdo-mudo, por este motivo não foi possível identificá-lo devido à falta de diálogo entre a guarnição e o rapaz.

Não foi informado como o acidente aconteceu, porém foi verificado que o condutor estaria em visível estado de embriaguez, apresentando olhos avermelhados, odor de álcool no hálito, falas desconexas e repetitivas e apresentava dispersão.

Ao saber dos procedimentos a serem feitos, o homem passou a ficar alterado, confrontando a Comandante da guarnição com questionamentos repetitivos e desrespeitosos, inclusive chegou a retirar da mão da comandante o documento de identificação, momento em que foi verificado que ele possuía graduação de 3º sargento do Exército.

Por conta disso, outra equipe foi acionada, além do Batalhão de Trânsito, para que ajudasse na contenção do motorista. Com a chegada da equipe, o homem passou a questionar: “Não tem como dar um jeitinho aqui? Nós somos todos da casa, me libera?” Depois, passou a apontar dedo questionando quem seria o chefe e diante da situação ele foi colocado no compartimento de preso. Se recusou a fazer o teste do bafômetro, porém foi realizado um termo de constatação e recusa de embriaguez.

Ele foi encaminhado para a , onde o caso foi registrado como desacato e conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada, enquanto o carro foi levado para o pátio do Detran.