Uma mulher, de 33 anos, foi estuprada, ameaçada de morte e espancada durante quatro horas de visita ao seu esposo, de 38 anos, em um estabelecimento penal de uma cidade de Mato Grosso do Sul. O homem teve a prisão preventiva decretada nesta sexta-feira (20) e cumprida com apoio de policiais penais.

Segundo a polícia, os fatos ocorreram no dia 23 de julho, quando durante uma visita ao companheiro, a mulher teria sido vítima de , espancamento e ameaças de morte, tendo uma em seu pescoço. O estupro e as agressões duraram aproximadamente quatro horas.

A mulher somente denunciou o ocorrido em setembro, pois tinha medo de sofrer represálias por conta do esposo ser ‘perigoso’. No entanto, por ter sofrido ameaças depois da visita em julho, decidiu então comparecer à para registrar boletim de ocorrência, assim como solicitar medidas protetivas de urgência.

Após o relato da vítima, a Polícia Civil, por intermédio da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher), iniciou a investigação, comprovou os fatos e solicitou a prisão preventiva do autor. Ainda de acordo com a polícia, a prisão foi deferida pelo Poder Judiciário, com parecer favorável do Ministério Público e cumprida com o apoio de policiais penais do presídio.

Saiba Mais