Gabriel Mongenot Santana Milhomem Santos, de 25 anos, jovem de Campo Grande vítima de latrocínio no Rio de Janeiro, foi morto com uma facada, conforme o laudo da necropsia realizada pela Polícia Civil do Rio e confirmada ao Estadão nesta segunda-feira, 20. Três foram presos pelo crime.

Inicialmente, essa reportagem noticiou, com base na apuração do G1 RJ, que Gabriel foi morto com 23 facadas. A informação foi corrigida pelo portal de notícias na manhã desta terça-feira (21). Gabriel foi morto com uma facada no tórax.

Gabriel é filho da secretária adjunta da SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social), Inês Mongenot. De acordo com a família, o jovem cursava engenharia aeroespacial em Belo Horizonte, Minas Gerais. O estudante viajou com amigos para assistir ao show da cantora Taylor Swift no Rio.

O segundo suspeito foi o autor das facadas. Conforme a PM, ele foi preso na sexta-feira, 17, por furto e receptação, mas uma decisão judicial o liberou no mesmo dia. O homem também tem ficha criminal por homicídio, roubo, porte de arma de fogo e lesão corporal.

As polícias Civil e Militar continuam procurando pelo segundo suspeito, que seria um morador de rua, segundo depoimento do homem detido. A Delegacia de Homicídios da Capital investiga o caso.

Luciano Mongenot, primo da vítima, disse que os pais do estudante estão “sem chão” com a notícia. Gabriel era filho único.

O estudante é a segunda vítima sul-mato-grossense a morrer no Rio de Janeiro durante a turnê The Eras Tour, de Taylor Swift. Ana Clara Benevides, de 23 anos, veio a óbito após passar mal no primeiro show da cantora na cidade.

A artista adiou apresentação do sábado (18), poucas horas antes de subir ao palco devido às extremas temperaturas – o Rio de Janeiro bateu recorde de sensação térmica e temperatura. O show foi remarcado para esta segunda-feira (20).

Ana Clara Benevides

A estudante de psicologia de Sonora (MS) morreu após passar mal durante a apresentação da cantora Taylor Swift, na noite desta sexta-feira (17). Ana Clara foi ao Rio apenas para assistir ao show da cantora americana.

A causa da morte ainda não foi esclarecida. A Secretaria Municipal de Saúde informou que ela teve uma parada cardiorrespiratória e que o IML (Instituto Médico Legal) vai atestar o que levou ao óbito da jovem. A Polícia Civil abriu uma investigação para apurar as causas da morte.