Quando a polícia chegou à casa de Celeste Josefina Gonzales Misael, de 23 anos, assassinada a golpes de faca, encontrou cenas de terror, com sangue espalhado pela sala e cozinha. O marido de Celeste foi preso quando tentava fugir de Sidrolândia, a 70 quilômetros de Campo Grande, na tarde dessa terça-feira (24).

A polícia foi até o local acionada por vizinhos após um dos filhos de Celeste pedir ajuda contando que o pai havia assassinado a mãe. Os policiais encontraram Celeste morta em dos cômodos da casa com várias facadas pelo corpo. Os filhos de Celeste com idades entre 4 e 7 anos foram entregues ao Conselho Tutelar. As crianças estavam na casa no momento do crime.

Foi percebido pelos policiais que havia sinais de luta na casa, o que indicava que Celeste lutou para viver, mas acabou assassinada pelo marido, que alegou ter cometido o crime após ter descoberto que Celeste havia o traído. O casal discutiu logo após o almoço e neste momento a mulher acabou morta.

Na casa ainda foi localizado um lençol com manchas de sangue. Um vizinho relatou à polícia que Celeste estava morando na residência há cerca de cinco meses, com os três filhos e um outro homem, mas há dois meses ela teria rompido o relacionamento e há 1 mês estava morando com o autor do crime.

Mas, segundo informações, o relacionamento era muito conturbado e nessa terça (24) o casal havia ido até a rodoviária da cidade para que o homem comprasse uma passagem e viesse para Campo Grande, mas como não conseguiu embarcar ainda pela manhã voltaram para a residência.

Fuga e prisão 

Os policiais chegaram a ir até o serviço do autor que trabalharia com o serviço conhecido na cidade de ‘pega frango’, mas ele não foi localizado. Já no terminal rodoviário, uma funcionária do local alertou os policiais que o homem havia se limpado e trocado de roupa no banheiro, fugindo em seguida.

Em buscas, o autor foi encontrado na BR-060. Ele confessou estar fugindo e também que havia assassinado Celeste por causa da descoberta de uma traição. Ele foi preso em flagrante por feminicídio.