O último encontro entre a mãe e a filha, Joice da Silva Victor, de 24 anos, morta em um acidente entre a moto que ela conduzia e um caminhão no Jardim Monte Alegre, em Campo Grande, parecia ser uma despedida, segundo amiga da vítima. A gestante que estava na garupa da moto, está internada na UTI da Santa Casa.

Alessandra Nascimento, amiga da Joice há 10 anos contou ao Jornal Midiamax que a vítima tinha quatro filhos e no momento do acidente, estava levando dinheiro para dois deles, que moravam com a avó. “Ela tinha 4 filhos, de 3, 6, 9 e 12 anos, os mais velhos moravam com a Joice”.

A amiga contou que a mãe de Joice mora em Dourados, mas as duas estavam sempre juntas. “No domingo, a mãe dela estava aqui. A mãe disse que o último encontro parecia uma despedida. É o segundo filho que ela perde. O outro morreu assassinado há 13 anos”.

Joice era a filha caçula. Segundo a amiga, era muito alto astral e como mãe solteira, fazia de tudo pelos filhos. “Ela estava desempregada no momento e recebia auxílio do INSS”.

Gestante

Amiga de Joice, de 29 anos, que estava na garupa da moto, foi encaminhada para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva), segundo boletim médico da Santa Casa.

Segundo Alessandra, ela está em coma induzido e grávida de sete meses. “Se sobreviver vai ficar tetraplégica. Os médicos disseram que se tirar o bebê, corre o risco da mãe morrer”.

De acordo com o boletim médico, a gestante está consciente, orientada, respirando sem auxílio de aparelho e em uso de medicação. A grávida realizou exames de imagem e laboratoriais e segue em avaliação da ginecologia, obstetrícia e neurologia. Informações sobre o bebê não foram informadas pela assessoria.

Também não foi informado quando a gestante foi encaminhada para UTI, se durante a noite da última quinta-feira (16) ou na madrugada de hoje (17).

Acidente

A Honda Biz era conduzida por Joice, que morreu no local, após ser atingida por um caminhão. O acidente ocorreu na Rua Eva Perón e a motocicleta em que as duas estavam atingiu um carro Fiat Punto, perdeu o controle e ambas caíram ao solo. Um caminhão carregado com materiais de construção passou por cima das duas.

Segundo testemunhas, as vítimas são moradoras do Bairro Aero Rancho e seguiam na Rua Eva Pérón, sentido Rua da Divisão. O motorista do caminhão estava bastante abalado com o acidente.

Imagens de câmeras de segurança instaladas próximas ao local do acidente registraram o momento em que a motocicleta atinge a traseira do veículo e, em seguida, cai ao chão e é atropelada pelo caminhão.