Operação da PF prende colecionador de MS que ostentava armas nas redes sociais

Arsenal de 10 armas de fogo também foi apreendido no contexto da ação denominada 'Arcabuz'
| 30/03/2022
- 14:28
Operação da PF prende colecionador de MS que ostentava armas nas redes sociais
Armas foram apreendidas (Foto: Divulgação, PF)

A Operação Arcabuz, da , apreendeu 10 armas de fogo nesta quarta-feira (30) e prendeu uma pessoa. A ação foi realizada em Rio Verde de Mato Grosso, a 194 quilômetros de Campo Grande, contra um colecionador que ostentava nas armas sem registro.

Conforme as informações da PF, uma pessoa foi presa, 8 armas curtas e duas armas longas foram apreendidas, além de lunetas, silenciadores e aproximadamente 260 munições. O colecionador possui registro CAC (Caçador, Atirador e Colecionador), mas as armas estariam sem registro.

O nome da operação Arcabuz tem origem etimológica da palavra francesa arquebuse para denominar antiga arma de fogo portátil, espécie de bacamarte e, ainda, vulgarmente chamada de espingarda nas crônicas portuguesas do século XVI.

CAC no Brasil

Levantamento realizado pelo Instituto Sou da Paz aponta que o número de armas em circulação na categoria CAC (Caçador, Atirador Esportivo e Colecionador) no Brasil já é superior ao total de armas da instituição Polícia Militar.

Segundo os dados obtidos pelo autor a partir do Sinarm (Sistema Nacional de Armar) e do Sigma (Sistema de Gerenciamento Militar de Armas), até abril de 2021, os CACs contabilizavam um total de 648.731 armas, enquanto a soma dos armamentos das Polícias Militares totalizava 583.498.

Veja também

Homem foi esfaqueado nas costas pela mulher

Últimas notícias