Motorista é multado em R$ 16,7 por transportar carga ilegal de madeira

De acordo com a polícia, o veículo deslocava-se da cidade de Sinop (MT) com destino à Curitiba (PR)
| 27/02/2022
- 23:01
Divulgação
Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou em R$ 16,7 mil infrator responsável por carga de madeira ilegal apreendida pelo DOF (Departamento de Operações de ). Policiais ambientais foram acionados por Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) hoje (27) às 4h, para proceder a autuação administrativa (multa ambiental), a um motorista responsável por uma carga de madeira transportada ilegalmente em um caminhão tractor marca Volvo, com uma carreta acoplada e que foi apreendida.

De acordo com a polícia, o veículo deslocava-se da cidade de Sinop (MT) com destino à (PR), quando foi abordado pelos Policiais do Departamento, na rodovia MS 340, nas proximidades do entroncamento com a rodovia MS 040, no município de Ribas do Rio Pardo. O caminhão transportava a madeira nativa serrada sem o Documento de Origem Florestal (DOF), que é o documento ambiental para o transporte, comércio, industrialização e armazenamento de qualquer produto florestal, o que se caracteriza como crime ambiental.

Os policiais ambientais efetuaram a cubagem da madeira que perfez 56,81 m³ e autuaram administrativamente o motorista responsável pela carga (52), residente em Campo Largo (PR), aplicando-lhe multa de R$ 16.701,00. Os Policiais também o encaminharam à delegacia de Polícia civil de Ribas do Rio Pardo e ele responderá por crime ambiental. A pena para est e crime é de seis meses a um ano de detenção. O veículo e a carga ficaram apreendidos administrativamente no quartel da PMA em Campo Grande.

Veja também

Local era monitorado pela polícia há várias semanas

Últimas notícias