Antes de ser morto por grupo, rapaz correu por 300 metros para fugir em Campo Grande

Uma das moradoras do bairro viu vítima sendo perseguida pelo grupo
| 14/02/2022
- 13:40
Antes de ser morto por grupo, rapaz correu por 300 metros para fugir em Campo Grande
(Henrique Arakaki, Midiamax)

O homem assassinado durante a madrugada desta segunda-feira (14), no bairro Jardim Montevidéu, em Campo Grande, tentou fugir do grupo que o estava espancando, segundo uma das moradoras da região. O outro homem foi socorrido com vários ferimentos pelo corpo e encaminhado para a Santa Casa.

O crime aconteceu por volta das 2 horas da madrugada, na rua dos Topógrafos, quando a polícia foi acionada para o local. Um dos homens já estava sem vida envolto em um lençol. Ele tinha várias perfurações de faca no tórax e no pescoço, além de múltiplos traumas faciais provocados por espancamento.

Segundo uma das moradoras, a vítima estava correndo pela rua toda ensanguentada, mas não foram ouvidos gritos de socorro. O grupo foi visto correndo atrás do homem, que acabou morrendo na rua dos Topógrafos. Ele estava sem documentos, mas tinha uma no braço esquerdo, ‘Emily’. Testemunhas contaram que o espancamento ocorreu próximo à rua Marajoara. 

Enquanto estavam no local do assassinato, os policiais receberam a informação de que a poucas quadras havia outra pessoa inconsciente após ser agredida. A vítima também foi espancada e estava com vários ferimentos na cabeça e tinha um corte no ombro. Também não há identificação, mas o homem tinha uma tatuagem no braço direito com o nome, ‘Pedro Henrique’.

 

Veja também

Últimas notícias