‘Filho de escravo’: Haitiano procura delegacia após ser espancado no Centro de Campo Grande

Ele relatou que havia saído do trabalho e estava descansando
| 19/02/2022
- 12:11
Fato teria acontecido na Praça Ary Coelho
Fato teria acontecido na Praça Ary Coelho - (Arquivo, Midiamax)

Na sexta-feira (18), homem de 36 anos procurou a delegacia para denunciar que foi vítima de agressões e injúria na Praça Ary Coelho, no Centro de Campo Grande. Haitiano, ele alegou que os autores aparentavam ser guardas municipais.

Conforme relato do homem, ele tinha acabado de sair do trabalho e descansava na praça, quando cinco homens se aproximaram. Ele afirma que os suspeitos aparentavam ser guardas municipais e teriam puxado a vítima, perguntando o nome.

Os homens passaram a agredir com socos e chutes a vítima, que ainda foi injuriada. “Cala a boca negão, filho de escravo, aqui é Brasil, não Haiti”, teria ouvido o homem. Ele conseguiu fugir correndo, mas acabou perdendo a carteira na confusão.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro como violência arbitrária e injúria.

Veja também

Últimas notícias